GAL OESTE COSTEIRO

GAL OESTE COSTEIRO

GAL OESTE COSTEIRO

O Grupo de Ação Local Oeste Costeiro – GAL Oeste Costeiro, gerido pela ADEPE, é responsável pela gestão e dinamização da estratégia de desenvolvimento local de base comunitária costeira – EDLBC na Região Oeste, durante o ciclo de apoios comunitários “PORTUGAL 2030” (2021-2027)

CRIAÇÃO DE NOVOS PRODUTOS, PROCESSOS E SERVIÇOS PARA A ECONOMIA AZUL
AVISO MAR2030-2024-6

 

 

 

Data de abertura: 11/03/2024
Data de fecho: 11/06/2024
 
 
finalidades e objetivos
  • Criação de novos produtos, processos e serviços para a Economia Azul (Inovação Azul).
  • Dinamizar a inovação em espaço marítimo contribuindo para o surgimento de novos produtos e de formas inovadoras de organização de trabalho, modernização e reorganização dos circuitos de comercialização de pescado, fomentar a
    diversificação de atividades e estimular ações empreendedoras e criadoras de emprego.
 

ações elegíveis

  • Empreendedorismo, emprego e desenvolvimento económico;
  • Sustentabilidade ambiental e ação climática (sistemas de energia renovável, descarbonização, eficiência energética e
  • economia circular);
  • Inovação e conhecimento científico e tecnológico (material e imaterial);
  • Desenvolvimento e valorização dos produtos e recursos endógenos e infraestruturas locais.
  
entidades beneficiárias
 Entidades privadas com fins lucrativos – micro, pequenas e médias empresas.
promoção do empreendedorismo no setor do turismo costeiro e marítimo

AVISO mar2030-2024-5

 

 
Data de abertura: 11/03/2024
Data de fecho: 11/06/2024
 
 
 
 
finalidades e objetivos
  • Promoção do empreendedorismo no setor do turismo costeiro e marítimo.
  • Criar condições para que o turismo seja uma atividade mais inovadora, sustentável e resiliente, capaz de ultrapassar os habituais períodos de sazonalidade.
  • Apoio direcionado ao aumento da atratividade do território, para que aqui se instalem novas empresas, geradoras de novos empregos associadas/os ao turismo costeiro e náutico, criação de melhores condições para a promoção turística
    associada à cultura e património marítimo.

ações elegíveis

  • Empreendedorismo, emprego e desenvolvimento económico;
  • Desenvolvimento e valorização dos produtos e recursos endógenos e infraestruturas locais;
  • Preservação, valorização e dinamização do património;
  • Sustentabilidade ambiental e ação climática (sistemas de energia renovável, descarbonização, eficiência energética e economia circular)
 
entidades beneficiárias
  • Entidades Públicas;
  • Entidades Privadas sem fins lucrativos;
  • Entidades Privadas com fins lucrativos, em específico as micro, médias e pequenas empresas.
estabelecer parcerias entre diferentes atores da economia azul
AVISO MAR2030-2024-7

Data de abertura: 11/03/2024
Data de fecho: 11/06/2024
   
finalidades e objetivos
  • Estabelecer parcerias entre diferentes atores da Economia Azul.
  • Incorporação de conhecimento e a ligação com as unidades de I&DD regionais, potenciar a existência de “ecossistema de Inovação Azul” – unidades de I&d+i infraestruturas de suporte na região.
  • Colocar conhecimento ao serviço da comunidade, potenciando efetivas ligações entre o sistema de I&DD e o tecido empresarial, através da promoção da digitalização de uma forma transversal às diversas atividades associadas à economia Azul, aumentando a eficiência produtiva e a sustentabilidade, pretendendo-se que seja um contributo líquido à manutenção e atração de cidadãos/trabalhadores e tecido produtivo para as atividades tradicionais e emergentes nas atividades da economia azul.
 

ações elegíveis

  • Empreendedorismo, emprego e desenvolvimento económico
  • Parcerias, cooperação, redes colaborativas
  • Inovação e conhecimento científico e tecnológico (material e imaterial)
  • Sustentabilidade ambiental e ação climática (sistemas de energia renovável, descarbonização, eficiência energética e economia circular)
 
entidades beneficiárias
  • Entidades privadas com fins lucrativos – micro, pequenas e médias empresas, enquanto entidades líder no desenvolvimento de projetos em copromoção
  • Entidades públicas – institutos universitários com unidades de I&DD, no desenvolvimento de projetos em copromoção
qualificação e literacia marítima
aviso mar2030-2024-4

Data de abertura: 11/03/2024
Data de fecho: 11/06/2024
 
 
finalidades e objetivos
  • Qualificação e literacia marítima, fomentando o desenvolvimento de ações de sensibilização para a capacitação de crianças e jovens em idade escolar, estimulando o interesse pelas profissões das atividades do Mar, nomeadamente de desportos de
    ondas.
  • Ações que capitalizem a literacia dos oceanos que concorram para o estímulo da mobilidade entre as profissões do mar, a inovação e empreendedorismo, com objetivo de atrair mais jovens e mulheres para as profissões ligadas ao mar.
 

ações elegíveis

  • Capacitação de atores: sensibilização, qualificação, educação, formação profissional
  • Desenvolvimento e valorização dos produtos e recursos endógenos e infraestruturas locais
  • Desenvolvimento sócio cultural e inclusão social
 
entidades beneficiárias
  • Entidades públicas – autarquias locais
Atenção: leia atentamente toda a documentação e informações doo concurso a que se candidata

vISÃO

“Um território potenciador de um desenvolvimento azul sustentável, caracterizado por comunidades empreendedoras, inovadoras e qualificadas, sustentadas no conhecimento científico e nas tradições, património e cultura locais, fomentando qualidade de vida e um desenvolvimento socioeconómico sustentado e coeso”.

Território de intervenção

O GAL Oeste Costeiro apresenta uma Estratégia de Desenvolvimento Local que incide nos 7 municípios com costa litoral da Região Oeste, beneficiando assim de uma estratégia única, embora diversificada e agregadora da abordagem a uma Economia Azul de toda esta NUT III:

Alcobaça – São Martinho do Porto , União das freguesias de Pataias e Martingança
Nazaré – Famalicão, Nazaré
Óbidos – Amoreira, Vau, Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa
Caldas da Rainha – Foz do Arelho, Nadadouro, União das freguesias de Caldas da Rainha – Santo Onofre e Serra do Bouro, União das freguesias de Tornada e Salir do Porto
Peniche – Atouguia da Baleia, Peniche, Ferrel
Lourinhã – Ribamar, União das Freguesias de Lourinhã e Atalaia
Torres Vedras – São Pedro da Cadeira, Silveira, União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira

Estratégia de desenvolvimento local - EDL

 

 

 

Para a concretização da Visão estratégica, o GAL Oeste Costeiro desenvolve uma EDL alicerçada em torno de 3 Eixos e Objetivos Estratégicos (OE), estruturantes do modelo de intervenção proposto:

EIXO 1 – ECONOMIA E INOVAÇÃO AZUL

EIXO 2 – RECURSOS, TRADIÇÕES E CULTURA MARÍTIMA

EIXO 3 – QUALIFICAÇÃO E LITERACIA MARÍTIMA

 

Tendo como foco a economia azul enquanto parte imprescindível da economia e atividades das comunidades do Território de Intervenção, incluindo todos os setores com ligação direta ou indireta ao mar, este eixo assenta num princípio basilar de ecossistema saudável e de proteção das comunidades costeiras, considerando ações que visam a circularidade, a criação de emprego e a sustentabilidade.

 

 

 

 

OE 1.1. – Criar novos produtos, processos e serviços para a Economia Azul (Inovação Azul)

Contributo para a criação de novos produtos, processos e serviços para a Economia Azul – Inovação Azul

Dinamização da inovação em espaço marítimo contribuindo para o surgimento de novos produtos e de formas inovadoras de organização de trabalho, modernização e reorganização dos circuitos curtos de comercialização de pescado, fomentar a diversificação de atividades e estimular ações empreendedoras e criadoras de emprego.

Ações Elegíveis:

  •  Diversificar a economia local/ economia azul
  • Economia Circular
  • Novas metodologias distribuição e comercialização – inovação
  • Introdução de energias limpas/ renováveis nos processos produtivos
  • Promover cadeias curtas de comercialização de pescado
  • Criar/requalificar estruturas e equipamentos pesca/ aquicultura/ atividades náuticas
  • Transição Digital
  • Empreendedorismo e criação/desenvolvimento micro e pequenas empresa
 

OE 1.2. – Estabelecer parcerias entre diferentes atores da Economia Azul  

 

Visa o estabelecimento de parcerias entre diferentes atores da Economia Azul; propõe a incorporação do conhecimento e a ligação com as unidades de E&D regionais, potenciando a existência de “ecossistemas de Inovação Azul”.

 

Aqui o conhecimento será colocado ao serviço da comunidade, potenciando efetivas ligações entre o sistema de I&D e o tecido empresarial, através da promoção da digitalização de uma forma transversal às diversas atividades associadas á Economia Azul, aumentando a eficiência produtiva e a sustentabilidade, pretendendo-se que seja um contributo líquido à manutenção e atração de cidadãos/trabalhadores e tecido produtivo para as atividades tradicionais e emergentes nas atividades da Economia Azul.

 

Ações Elegíveis:

 

  • Transição Digital
  • Empreendedorismo e criação/desenvolvimento micro e pequenas empresas
  • Ligação sistema I&DT e tecido empresarial

Este Eixo assume-se enquanto elemento diferenciador na procura do equilíbrio entre a indiscutível relevância de atividades económicas como a pesca e as atividades marítimo-turísticas e a consequente pressão que tais atividades representam sobre os ecossistemas e as espécies, sobre o património costeiro e subaquático.

 

 

 

 

 

 

OE 2.1. – Preservar e promover a biodiversidade, património e cultura marítima

Potenciar projetos que promovam o desejado equilíbrio naquilo que é a biodiversidade e o património natural e ambiente marinho, fomentando também a valorização dos recursos endógenos e a valorização do património natural edificado, quer seja material ou imaterial.

Ações Elegíveis:

  •  Preservação, valorização e dinamização do património;
  • Desenvolvimento e valorização dos produtos e recursos endógenos e infraestruturas locais;
  • parcerias, cooperação, redes colaborativas;
  • Capacitação de atores: sensibilização, qualificação, educação, formação profissional.

 

 

OE 2.2. – Promover o turismo costeiro e marítimo

Visa a promoção do empreendedorismo no setor do turismo costeiro e marítimo, criando condições para que o turismo seja uma atividade mais inovadora, sustentável e resiliente, capaz de ultrapassar os habituais períodos de sazonalidade.

Potencia o apoio direcionado ao aumento da atratividade do território, para que aqui se instalem novas empresas, geradoras de novos empregos associados ao turismo costeiro e náutico, assim como a criação de melhores condições para a promoção turística associada à cultura e património marítimo.

Ações Elegíveis: 

  • Desenvolvimento e valorização dos produtos e recursos endógenos e infraestruturas locais;
  • Empreendedorismo, emprego e desenvolvimento económico;
  • Preservação, valorização e dinamização do património;
  • Sustentabilidade ambiental e ação climática (sistemas de energia renovável, descarbonização, eficiência energética e economia circular)
  •  

O Eixo 3 surge enquanto ferramenta basilar a toda a estratégia, permitindo a criação de mecanismos de incremento da educação, formação, cultura e literacia marítima, com vista a promover/estimular a mobilidade entre profissões do mar, a inovação e empreendedorismo e novas competências sociais e profissionais.

 

 

 

OE 3.1. – Qualificação e literacia marítima Visa atenuar as debilidades em competências dos profissionais, fomentando o desenvolvimento de ações formativas e de sensibilização para a sua capacitação, incluindo jovens em idade escolar, estimulando o interesse pelas profissões do Mar e melhorando as qualificações e a adaptação aos contextos de trabalho.

Os apoios a mobilizar deverão ser impulsionadores de uma melhoria do desempenho de funções/atividades do Cluster do Mar, incluindo as relacionadas e de suporte, em áreas temáticas estratégicas e complementares como a segurança marítima e a gestão ambiental das áreas costeiras.

Releva ainda a concretização de ações com vista à promoção de saberes e tradições ligados a profissões do mar extintas ou perto da extinção e que importa reverter com vista à garantia da manutenção de uma identidade territorial e sentimento de pertença.

Propõe-se ainda o apoio a ações que capitalizem a literacia dos oceanos que concorre para o estímulo da mobilidade entre profissões do mar, a inovação e empreendedorismo, com o objetivo de atrair mais jovens e mulheres para as profissões ligadas ao mar.

Ações Elegíveis:

  • Capacitação de atores: sensibilização, qualificação, educação, formação profissional;
  • Desenvolvimento e valorização dos produtos e recursos endógenos e infraestruturas locais;
  • Desenvolvimento sócio cultural e inclusão social
 
 

OE 3.2. – Suportar o empreendedorismo azul 

São ativados apoios que permitam contribuir para o desafio de colocar a inovação e o conhecimento ao serviço das comunidades, através de processos colaborativos e de co-criação, tirando vantagem de uma cooperação internacional que permita a partilha de conhecimento e de tecnologia, nomeadamente em áreas emergentes como a robótica, a digitalização ou a eficiência energética.

O ecossistema de inovação deverá igualmente estimular e promover o empreendedorismo e o surgimento de ideias disruptiva que tirem vantagem do conhecimento empírico e tradicional característico das comunidades costeiras.

Serão apoiadas iniciativas que apoiem as empresas a tornarem-se mais responsáveis, mais sustentáveis e mais resilientes, possibilitando aos empreendedores encontrarem soluções no território que sejam promotoras do desenvolvimento de novas ideias e criarem ou diversificarem o seu negócio na Economia Azul.

Ações Elegíveis:

  •  Parcerias, cooperação, redes colaborativas;
  • Inovação e conhecimento científico e tecnológico (material e imaterial);
  • Capacitação de atores: sensibilização, ações de literacia;
  • Processos de ideação e aceleração na economia azul;
  • Programas de mentoring, capacitação e estímulo do empreendedorismo;
  • Criação de observatório regional para a economia azul
    •  

parceria

Tem Dúvidas Que Gostava De Ver Esclarecidas?

 

  

contacte-nos através do email: galoestecosteiro@adepe.pt

 

 

Associação para o Desenvolvimento de Peniche e zona oeste

subscreva a Nossa Newsletter